27/12/2008

"Sem título"

Sinto que eu estou num dos meus melhores momentos .
Mas eu nem sei explicar o que é . ♥

26/12/2008

Eu uso Águas de Natura .

Foi engraçado . Desde a hora que ele me cumprimentou à hora que eu me despedi .
Enquanto eu tentava dormir no colo dele , ele ainda não sabia meu nome . Mas mesmo assim arriscou em passar a mão no meu rosto , e pôr sua pulseira no meu braço , da qual , apesar do medo , não consigo mais tirar .
Não sei se é verdade , não sei se devo acreditar , não sei se daqui um ano eu vou dançar com ele .
Foi a coisa mais estranha que aconteceu comigo , eu acho .
Mas mesmo assim conseguiu desparar meu coração de tal maneira , que conseguiu nos assustar .
Não sei se devo contar com sua palavra com sua presença aqui . Não sei nem suas intenções .
Ainda fico assustada quando lembro , ainda acho graça quando eu olho aquela pulseira prata , e faz ainda tão pouco tempo .
Ele nem sabia da minha existência , eu nem sabia da existência dele . E à essa altura , ele já sabia meu nome , apesar de tão complexo . Ele já dormia no meu colo , profundamente .
Eu nem sei se devo acreditar , ser otimista o bastante que não vá terminar como os outros .
Desde ontem venho tentando não achar que tudo é verdade , ser menos otimista , como fui com os 'outros' . Só não quero me machucar .
O nome dele só em agradou pela metade . Mas e daí ? Só o jeito no qual ele me olhava e falava comigo já perdoavam qualquer coisa .
Já me disseram que a culpa foi do meu perfume , que minha vida é emocionate demais .
E eu tô achando é tudo muito estranho .
Em todo caso , vou continuar a usar o mesmo perfume .
Mas será que amor a primeira vista existe mesmo ?

Se isso tudo der certo , serei a prova viva , poderei transformar essa pergunta em afirmativa .
E pra falar verdade , é o que eu mais quero que dê certo .
Só tenho medo de me machucar . ♥
25/12/2oo8


24/12/2008

"Sem título"

As cenas secretas dos meus sonhos vão se realizando sobre sobre a poeira dos asfaltos e debaixo da Lua . Beijos roubados em cozinhas , corações desparados por pintas , casamentos combinados e um calor descarado .Músicas me embalam , gramas me coçam, braços me consolam. Trocas de olhares sem sentido, de mãos dadas com você iria ao infinito . Caiu no meio da selva, sem direção . E que conincidência, emu amor, encontrou meu coração . Não seja apenas o número doze da minha lista, você prometeu que não sumiria . Ele gosta do meu nariz , seria tudo o que eu sempre quis ? Seu cheiro ficou em mim até as cinco da manhã. Quero você ontem, hoje , enquanto eu existir ? Estamos agora na fase das perguntas . O que nos falata agora é um pouco de paciência . I NEED YOU , ALL THIS TIME ♥ . o5/1o/o8

23/12/2008

"Sem título"


Enquanto eu vinha andando , consertando a calça , ela me olhava , e nossos olhos brilhavam . Passei na roleta do metrô , e a abracei . Era muita a saudade . Deu vontade de nunca mais soltar . Mas eu soltei . Vinha eu , ela e Frederico, andando pela rua . Ela vinha segurando o presente que eu lhe dera , tinha gastado todo dinheiro que eu tinha . Ela vinha balançando a caixa , tentando adivinhar o que tinha dentro .
Quando chegamos na casa dela , ela correu para o quarto , abriu a caixa e saiu gritando , pra mostrar pra sua mãe o que tinha ganhado . Sorriu , vestiu , mas ficou apertado . Que se dane , é a cara dela , e depois eu vou trocar .
Ficamos horas matando a saudade uma da outra , tirando foto , conversando , andando .
A chuva caiu , a chuva parou , eu nem via o tempo passar .
Quando nos demos conta , já eram sete da noite , o pai dela chegou , e eu tive que ir embora .
A gente vinha no carro , tentando conciliar meu aniversário , o dentista dela , e a vontade da minha mãe de me mandar pro shopping , porque não queria fazer bolo pra mim .
Ficar sem ver ela me da muita saudade , independente da quantidade .
Agora fico lembrando as vezes que ela repetia que o tempo passava rápido comigo , o quanto que eu gostava da minha presença ali e como ela estava feliz .
Com ela eu me sinto bem . Com ela o tempo passa rápido .
A gente se conhece a pouco tempo , mas parece que eu ja a conheço desde o dia que eu nasci .
Minha amiga ruiva doida , do namorado esquisito , que eu amo . Nunca vou em esquecer de você e do seu hambúrguer de microondas , quer dizer , do Cosmo . ♥
Melhor de todas .

22/12/2008

"Sem título"

Quando eu o vi , nem estava parecendo quem em carregou no colo anos atrás . Estava deitado na cama , coberto dos pés à cabeça , magro , abatido , com uma feição triste .
Ele me viu , me elogiou , e nem parecia que a gente estava tantos dias sem se ver .
Me Perguntou se hoje era o Natal , porque eu fui visitá-lo com um Panettone Light na mão .
Eu ri , dei-lhe um beijo , e saí o quarto dele .
Um pouco depois , ele saiu do quarto, tomou um banho e deitou na cama de novo . Sentei do lado dele , e comecei a observá-lo . Ele olhava o teto , com um jeito que parecia que sentia uma dor por dentro . Eu me senti mal , porque eu não poderia ajudar ele . Mas aquela cena ficou em mim , e ainda está . Eu não sei o que fazer . Me sinto uma inútil , que só aparece dias antes do Natal , pra não ficar muito na cara .
O jeito com o qual ele olhava pro teto ... num geral chegou até a ser misterioso . Me indentifiquei, pra falar verdade , com aquilo tudo . A diferença entre o olhar que eu e ele damos pro teto , é que ainda tenho tempo de resolver as coisas , fazer o que eu quero . Ele não . A mulher com qual ele foi casado faz anos , ele perdeu . As coisas pra ele estão passando ... e ele nem sente mais . Fica lá , deitado na cama o dia inteiro , esperando alguma coisa , que ninguém sabe o que é . Ele tem o dobro , o triplo , o sextuplo da minha idade , pra ser bem sincera , já passou tempo demais pra ele . Já tem alucinações , já não sai de casa , já não tem mais vida ...
E eu simplesmente tenho que ficar olhando , sem poder fazer muita coisa , a não ser ir visitar levando Panetonne . Me dói ... mas eu não posso fazer o tempo voltar , pra ver se a feição dele não melhorava agora . Eu não quero ficar assim quando o tempo passar pra mim ... mas por quê será que eu me identifiquei tanto com aquele olhar ?
Espero ter ainda como concertar ... espero ainda ter tempo ...
quando isso vai passar ? ♥;

19/12/2008

i♥tree

Deitada no pé de uma árvore , ouvindo músicas idiotas e com ritmo devagar , eu venho tentando me descobrir . E é bem difícil . Eu não sei onde me encaixar , do que me ocupar ... Já passei dias sem saber nem o que escrever ; e nessa altura do campeonato eu nem sei o que é pedivela ... Eu não sei nada , na verdade . As coisas que eu aprendi já foram esquecidas , deixei passar e nem olhei pra trás . Vão ficar ali , pegando poeira . Se um dia eu precisar , eu corro atrás . (Y)

Sentada no pé de uma árvore, simplismente olhando o céu eu sinto saudade , saudade não sei do quê . Querem me tirar do pé da árvore , pra mim ter os pés no chão , mas não quero . :@

Chutando o pé de uma árvore eu lembro do que me deixou triste , o que eu quero chutar . Mas do que que adianta ... eu também nem quero ver mais isso ! Ouvindo rock e chutando o pé de uma árvore , eu fico a maior parte do tempo .

Olhando a copa de uma árvore , eu imagino meus objetivos alcançados . Até hoje eu não os alcancei , mas espero achar caminhos diferentes , que eu não tentei , pra ver se eu consigo , pelo menos uma vez , ser feliz de novo . *-*

Abraçando o tronco de uma árvore eu tento ocupar meu coração . Que tá vazio , tadinho . Mas pra encher ele dar dor de cabeça ! :(

Dormindo no pé de uma árvore eu sonho com coisas . Elas se repetem por noites e noites , mas eu nunca me lembro delas quando eu acordo . É estranho , mas não adianta . Esse é o tipo de coisa que eu nunca deva saber o que é ... porque eu já sei que pedivela é uma peça de bicicleta .
Não , não precisa de fazer sentido . '-' eu só digo o que eu sinto , e agora , meu coração despara , não sei por quê . Começo a digitar correndo , vai saber !

Já é noite , e ainda estou aqui nessa árvore .
Alguém veio me buscar , alguém veio falar comigo . Já é hora de partir .
Eu acho que é dessa pessoa de que eu tenho saudade .
Talvez seja dela que eu tenha raiva .
Ou então ... meu desejo deve ser matá-la .
Mas não importa , eu já disse pra árvore , não precisa mais de pôr pra fora .
Enterrei meu baú debaixo da árvore ...

Que me encontrar ? Primeiro acha a árvore .



16/12/2008

- minha saudade .

Venho sonhando com coisas , como qualquer outra possoa normal .
E esses sonhos nem me incomodam , porque eles mostram do que eu tenho saudade . Sim ... eu não tenho consiência de minhas saudades , pensamentos e nada que envolva eu mesma .

É estranho , mas é verdade .

Hoje eu não estou muito pra escrever . Perdi mais um dia na minha vida pensando na mesma coisa , aliás , pessoa . Eu pelo menos acho que ela não vai me trocar por qualquer outra coisa . (/começando a falar merda.

Ultimamente venho andando em círculos em volta de mim mesma , e eu acho que eu também venho me esquecendo dos outros . Sei la , meus sonhos entregam tudo .

Não , não vou contar meu sonho . Não vai mudar a vida de ninguém se alguém souber . Preciso trancar isso em mim , vai ser melhor pra todo mundo. Não quero machucar , preocupar , ou até mesmo culpar alguém .

Não tem nada a ver com super-heróis ou noites que perdi em estacionamentos alheios . Trata-se do que eu sinto , do que eu tenho saudade . Venho tentando esquecer as coisas que me machucaram , venho tentando buscar meus objetivos por outros caminhos , que um dia eu não valorizei .

Vou continuar meus dias trancando coisas em mim , como se eu fosse um baú , e cabe à alguém ter coragem e vontade de abrir , querer me descobrir , ou até mesmo , me possuir .

Constrangida com o que for , apaixonada por quem for , não se preocupe , ainda continuo eu mesma .
Minhas saudades ainda me trancam ... e o medo de falar ...
Tenho medo de que tudo dê errado de novo .

Tenho saudade de ter sonhos como o que tive hoje .
Se realizar ? Talvez Impossível !
Mas é daí ?
o trem é sonhar , ter saudade , e no meu caso , se trancar ;x

Vou me calar por hoje , trancar o resto .

15/12/2008

- minha virtude (?

São poucas , mas existem pessoas por ai que me fazem sentir bem .
Num momento ou numa eternidade , talvez .
Hoje não tenho muito o que falar ou me expressar . Por isso , vim fazer a única coisa que eu sei que eu faço bem , que eu gosto de fazer e que as pessoas ( no caso o Pedro ) reconhecem .
Tentei até mudar de super-herói , de música preferida , mas isso é muita coisa pra mudar num dia só . Pessoas que eu nunca pensei que eu fosse contar minha vida inteira , e que por uma supresa tentaram até me ajudar .

Mas têm coisas que ainda ocupam espaço na minha mente , e eu acabo deixando "pessoas" com uma meia culpinha nas costas !
Pôoxa , eu só quero dizer o que eu sinto . E eu sei que é um grande erro postar isso num blog , publicamente , mas eu sinto que a culpa não é minha .

Eu já cansei , mas sei que eu vou errar tudo de novo , se eu tiver oportunidade .
Então vejo que uma das minhas virtudes é escrever .
Ontem , eu não tava conseguindo dormir . O que eu fiz ?
aah fácil ! Fui escrever , à toa mesmo o que aconteceu comigo , e me deixou feliz .

Parece que quando eu escrevo , eu tiro um peso de mim .
- olhos enchendo de lágrima -
É a única coisa que me faz sentir melhor ( será que é por isso que eu vou bem na escola ?)
Se eu pudesse eu viveria disso até eu morrer .
Escreveria , escreveria e escreveria . Pena que não dá dinheiro .
É meu refúgio . E é assim que alguém me ouve .

Já sinto que eu estou dizendo a mesma coisa , faz duas horas .

E eu não to conseguindo dizer exatamente o que eu estou sentindo , essa coisa que me atormenta , me persegue , me tira o sono , a ação , e a reação . Eu pelo menos sei o nome dela : amor .
Será que se eu arrancar me coração isso não acaba logo ?

eu to mesmo muito puta com isso , porque eu não consigo mais parar de pensar nisso , falar disso ou agir em prol disso .
não consigo tocar o fodas . e isso era o que eu mais queria .

Tô ficando triste , irritada , e já to chorando .
Dou graças a Deus que eu sei escrever e que eu tenho internet em casa .

14/12/2008

- as minhas merdas .

Na hora em que ele abriu a porta , meu coração deu um pulo, que pôde ser comparado ao que eu dei no sofá quando eu o v : meu pai me pegou no flagra .
Estava lá e , de mãos dadas e cabeça deitada no ombro dele, no sofá da sala .
Na minha cabeça, naquela hora, foi uma confusão: já fui imaginando meu pai sacando a arma e mirando na cabeça dele, matando-o do meu lado, a sangue frio. Mas na verdade, diante do meu sorriso amarelo e desesperado, ele fechou a port , foi para cozinha e começou a cantar Cazuza.
Foi bombardeio estilo Cazuza. Com direito à lingua presa e solo de guitarra.
Passado o susto, com a porta fechada e um silêncio que na verdade, chegava até ser doloroso, ele foi se esgueirando pelo sofá e pegando na minha mãe novamente (desculpa , não quero digitar essa parte , eu tenho meus motivos . Essa parte são os meus pensamentos. Eu não devia ter falado que ia postar isso aqui ¬¬ )
Os dias foram se passando, a gente acabou se beijando em cima de uma mesa, a minha amiga loira dos olhos verdes apareceu e, parece que o pai dela, apesar de ele não conhecer, cantava melhor que o meu, porque ele foi embora com ela .
Ele montou na bicicleta, me mandou um beijo de longe, virou a esquina, e eu desejei que nada daquilo tivesse acontecido.
O que me restou foi deitar no chão do quintal e ouvir meu pai dizer que achou que nós fossemos nos casar, o que foi bobeira nossa. 18/08/2008

Sim , eu fiz merda. Mais uma merda. Isso devia ter ficado no meu caderno de português, e eu só devia agradecer os pontos que eu ganhei por causa dessa crônica .
Mas eu gosto de arriscar. Eu sei, vou passar muito aperto, porque qualquer um, nesse mundo inteiro pode ler isso .
- dando um tapão na testa -
Mas agora eu não vou apagar nada não. Vai ficar ai mesmo .
Sou melhor como escritora do que como pessoa, cheguei á essa conclusão.
Quem não sente na pele, teria achado normal tudo o que eu escrevi.
Seria sim , interessante eu dizer tudo, e taaalz.
Mas eu não quero me machucar mais, esse talvez seja o problema .

eu ainda estou de féria , como eu ja disse.
e espero continuar, mesmo que isso tudo se resolva.
Isso anda ocupando meu tempo, e eu vou terminar esse post agora  porque isso tudo me irrita, de um modo geral .
Por favor, só engole, não pergunta, senão te bloqueio.

Aliás, faça o que quiser! , eu não me responsabilizo ! (y'
Que se foda!
Que se foda!
Que se foda!

( Tô melhor agora , amém ! )

13/12/2008

Minha mãe é POP ! ♥___♥

Gente , alguma vez na sua vida sua mãe fez almoço pros garis que varrem a rua ?
Ou no aniversário dela o povo ficou até altas horas da noite na sua casa até chegarem a dormir ?
Siim ! Minha mãe ja fez isso tudo .
Minha mãe é a mãe mais pop que eu ja conheci . Não tem nem noção alguem ser como ela .
Ela se desdobra em duas , em dez ou até em mil pra podeer ajudar e agradar à todo mundo ! OO'
Mesmo e eu meus irmãos (nem o resto da família) não ajudarem em nada , ela sempre faz tudo pra gente .

No meio do ano que vem ou no início do outro , eu devo mudar pra Sete Lagoas . No início eu achei tudo uma merda , e não queria ir . Aí chega a minha mãe , com a planta da casa nova , cheeia , mais cheia mesma de planos .... e como que eu falava que eu não queria ir ?
Pelo menos uma vez na vida eu queria apoiar ela em alguma coisa , e acabei guardando tudo .
Foi difícil , eu acho que eu nunca fiquei tão deprimida quanto eu fiquei naquela semana .
Mas eu tive que ir conversar com ela .... e apesar de tudo ela me apoiou.
E no final eu acabei até concordando com a idéia e vendo o lado dela .
Claro que eu não vou morrer de amores quando eu ficar longe dos meu amigos , mudar de escola ... Mas vai ser melhor pra todo mundo , e eu sei que eu vou sobreviver .

Tá bom ... entre eu e a minha mãe não são mil maravilhas .
Agente briga muito , mas eu nunca vi alguém ser tão amiga quanto a minha mãe .
É uma coisa que é sme explicação , que chega ao ponto de eu chegar pra ela depois de uma festa e contar tudo o que aconteceu .



Chata , estressada , nervosinha . Minha mãe é isso tudo , mas eu sei , é culpa minha .
( gamei na rima )

antes de eu reclamar dela , eu tenho q lembrar que ela vai estar sempre do meu lado , independente do que aconteça .
Nela eu posso confiar .
Isso é uma coisa que ninguém muda .
Mãe , Te amo !

Quando eu crescer vou ser q nem ela ! :D
( sim , vou fazer almoço pros garis )

12/12/2008

O que eu penso sobre o amor - Parte II (Tirando Férias)

Como eu ia dizendo antes de começar a relampiar , eu prefiro , pelo menos por enquanto , ficar solteira . Eu não preciso de problema nenhum, minha cabeça já tá muuito ocupada .

Vou tirar Férias de Amor . Quem sabe assim eu não evito mesmo esses probleminhas chatos que não deixam a gente estudar , comer , dormir , e até pensar ? Ocupar espaço na mente com amigas, livros , e até mesmo um bom blog acho q vale a pena .

Tá bom ; isso tudo tá bem forçado , e tá parecendo que eu já me casei umas 7 vezes , e as 7 deram errado , sem falar que numero 7 é número do azar e dia do meu aniversário .
A Questão toda é : as pessoas não sabem amar .

E eu sou uma pessoa (dãã) . Portanto , mesmo fazendo muito esforço , eu nunca vou conseguir com que eu nunca mais pense naquele FDP (minha mãe q fala isso) quando eu for dormir , quando eu for acordar , ou quando eu for fazer qualquer outra coisa .
É que o amor toma muito tempo da gente . E até nossa alma gêma aparecer (não aquela que a linha da sua mão cruza), agente vai sofrer . Ou nos divertir (como a Giovanna).
tudo depende do ponto de vista .

Nisso tudo , eu cheguei á conclusão de que eu to escrevendo sobre isso ja faz um bom tempinho , mas eu não tenho nenhuma opinião sobre o amor , a não ser que ele é filho da puta e blá blá blá.
Quaaaaando , taalveez , eu tiver uma opinião , eu deva entender tudo melhor .

E eu espero que isso aconteça logo , porque eu não vou conseguir tirar férias por muito tempo naao . (yn'

O que eu penso sobre o amor - Parte I

Tava Hoje conversando com a Hortência . Eu mandei uma carta pra ela , mas nem chegou ! :\
Agente tava falando sobre o desgraçdo , filho da puta , insano , infame , hipócrita , infeliz do amor .
É uma coisa que nunca faz sentido , e eu acho que nignuém nunca vai conseguir compreender . Têm vezes que parece que amor é questão de sorte . Pode ser que você encontra alguém que goste de você e que você goste dele . Ou não .

Pra falar verdade , eu nem sei qual é o meu caso . Meu coração vem andando esparramado por ai , cada pedaço de um jeito , e cada pedaço apaixonado por uma pessoa .

eu não ando muito bem . Manco metaforicamente .
E eu acho q isso afetou meu cérebro .
Deve ser legal sair beijando todo mundo pra ver se assim se acha a pessoa certa (/técnica da Giovanna ) , mas eu prefiro não arriscar . São mais chances de achar alguém que gosta de você mas você não gosta dele e vice-versa .
Então prefiro me trancar em pensamentos ingratos , dentro de mim mesma , e ficar solteira .

Agora eu venho abrir meu coração , começa a chover e minha mãe manda eu desligar o computador ... ta relampiando ! ¬¬

"Sem título"

achei isso perdido numa foto do orkut da Fabiana . Bons tempos em que a minha calça não tava rasgada , eu gosto muito dela :'D
amo vocês !

11/12/2008

Viva a bunda balançando !


Aconteceu taanta coisa nesses dias ... que acabaram esquecidas por aqui , sem nem ocuparem espaço na memória .
Tive um fim de semana MAARA , dormi an casa da Bella , e passei domingo passado inteirinho com ela . Com ela eu ocupo espaço na mente , principalmente quando tem açaí - e pinga - no meio.
Mas oq ue me deixa frustada mesmo , é essa coisa de final de ano . Quando meu pai solta os fogos de artifício , plena meia-noite , tomando champagne sem alcóol , e com meu primo me agarrando , eu sempre penso no que eu posso fazer de melhor no próximo ano .
E meus desejos acabam sendo como os de todo mundo : beijar mais , malhar pra não ter nada balançando , arranjar namorado , passar de ano ... e ano veem , ano vaai e tudo continua a mesma bosta de sempre .
Então , esse ano eu resolvi uma coisa . Não vou fazer os pedidos de sempre .
Eu vou pedir pra aceitar o meu balanço , achar ele lindo , ter a consiência de que o meu namorado UM DIA , QUEM SABE , TALVEZ , vá aparecer ...
O que vale é não forçar a barra . E ficar esse tempão todo sem internet me ensinou isso .

Também tem a parada de que quando a gente se desgruda das coisas materias , mesmo no meu caso , que foi forçado, a gente acaba percebendo o valor das coisas simples da vida .
Mas cmg isso nunca acontece .
Ficar sem telefone , TV a cabo e Internet me fizeram enxergar o gande valor que isso tudo tem pra mim !
Ficava hooooras esperando alguém de legal me ligar , pra sair , qualquer coisa . Eu só queria sair dessa angústia que tomava conta de mim a cada dia doloroso e entediante que eu passava sem minha coisinhas-materiais-imprecindíveis.
eu sei que isso tudo parece ate doença , e que eu devo tá ficando doida, mas nem eu tenho certeza do que eu venho sentindo ultimamante .

Hoje começou um dia normal que por um graaande milagre não começou ao meio dia . Hoje é aniversário da minha mãe , e eu acordei mais cedo , pra ajudar ela , o único presente que eu podia dar .
Tadinha , o telefone não para de tocar , ela tá cheeia de coisa pra fazer ... meu irmão enchendo o saco ... (o que é pior de tudo)
Mas eu venho tentando engolir os sapos , e´melhor pra mim e pra todo mundo que não vai precisar de me ouvir reclamar da vida .

Vaaamos então ser felizes , aceitar nossas celulites e estrias , não nos incomodar com essas babozeiras , porque isso só irrita a gente , e quanto menos irritados , mais deixamos as outras pessoas felizes , e isso , pra mim é o mais importa , pelomenos por enquanto .

Mãe , Feliz Aniversério !

e viva a bunda veelha , murcha , balançando , cheia de estria e celulite ! Porque eu não preciso dela pra viver ! :D
© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.