27/08/2013

Esteriótipos

Meu bem, é o seguinte: não é porque eu sou negra e tenho perna grossa que eu vou dançar um funk, rebolar até o chão e gostar disso. Eu uso roupa curta, mas não vou deixar você passar a mão na minha perna. 

Tenho facilidade de falar sobre sexo, mas não quero ver o tamanho do seu pênis, muito menos dissertar ou falar acerca do desempenho que você teria caso me levasse pra cama. Eu me masturbo, admito isso, e nem de longe isso é da sua conta. 

Eu gosto de escrever, tenho a letra bonita e não vou escrever uma poesia para você dizer que é sua e levar na sua aula de português. Vou toda semana ao salão escovar os cabelos e mesmo assim me aceito, acredita? 

Quando estou afim de um cara dou em cima dele, mas isso não quer dizer que eu vá dar em cima de você também. Se sou educada com você no ponto de ônibus ou agradeço por ter me dado uma cantada não quer dizer exatamente que eu queira ficar com você. 

Sim, eu tomo iniciativa das coisas e gosto de falar em público, mas não precisa achar que eu quero ser melhor que você. Eu torço pro Atlético Mineiro, e não ligo mesmo - de verdade - se você torce para o Cruzeiro. Senta aqui do meu lado, vamos falar de algo que temos em comum.

Antes de achar qualquer coisa de qualquer pessoa, pense se isso não é só um esteriótipo ou um pré-conceito qualquer. O jeito com o qual eu me porto não deve influenciar no tamanho do seu respeito por mim. Antes de ser tudo isso que você vê, eu sou mulher, tenho sentimentos e sou importante; como qualquer outra pessoa que você ama (sua mãe, por exemplo).

Não estou pedido muito, é só o que quer que façam por você também.

Um comentário:

  1. "O jeito com o qual eu me porto não deve influenciar no tamanho do seu respeito por mim."

    Sem palavras para descrever a veracidade de tudo isso! Cé como sempre, esbanjando talento!

    ResponderExcluir

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.