04/08/2013

(Parênteses)


Estou aqui sentada, contabilizando todas as vezes que quis passar na sua rua para ver se te encontrava (usando o meu short curto). Quis, quis muito, mas não passei. Me contento com a rua paralela, olhando pro seu quarteirão do meu lado esquerdo, toda vez que volto para casa (grande coisa...).

Admito que há algo dentro de mim que grita insanamente para que eu te procure. E diga: "Ei, te quero (dos pés à cabeça, todo o seu corpo, sua boca me mordendo, me beijando) pra mim!".
Há algo em você (tudo, na verdade) que me faz ter vontade de nunca mais sair da ponta dos pés. Quero alcançar sua boca, quero te abraçar pela nuca ("cê" sabe, sou baixinha).
Há algo entre nós que eu nunca vou saber o nome. Denominarei paixão (tesão, tesão!).
Há algum lugar no qual nos encontraremos. Haverá um tempo para isso (que é "nunca", só pode).

E aí sim te explicarei de todas as minhas fases (porque como você mesmo disse, sou complicada e perfeitinha). De tudo que passou na minha cabeça quando estávamos juntos. O que ainda passa quando sinto seu perfume (você, você, e mais um pouco de você; de todos os ângulos possíveis).

Fico pensando nessa força maior que fez com que naquela tarde meio louca eu te conhecesse; depois nos unisse feito dois imãs de segurar papel e agora contribui para que nunca mais eu te encontre... Deve vir de Deus, só pode (tomar no cu, viu)

Mas talvez seja melhor não contabilizar. Nem pensar. 
O fato é que te quero dentro dos meu parênteses (porque no coração, você já está). Quero beijar, estar com você; quero te pegar sóbrio (e te embebedar com a minha saliva). Quero literalmente matéria entre nós dois (porque meus pensamentos e imaginação são todos seus, todos eles). Quero você fisicamente (e quimicamente) falando.  

Vem cá, vem gostar de mim também (ou melhor, só me leva pra você). Me deixa te abraçar com os meus parênteses.

imagem: pinterest

2 comentários:

  1. Cheguei a arrepiar. Coisa mais linda. Acho realmente que o fica entre parenteses acaba sempre dizendo mais de nós (e deles).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Thaic. Sempre bom te ver por aqui.

      Excluir

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.